Brasil começa Cannes da melhor forma e arrebata 4 leões no primeiro dia

No ano passado, a presença brasileira no maior festival de criatividade do mundo foi tímida. Voltamos para casa com apenas 1 Leão de Prata, conquistado pela agência F.Biz. Em compensação, neste ano nós já conquistamos 4 leões apenas no primeiro dia do Lions Health, evento paralelo ao Cannes Lions.

A agência Ogilvy conquistou um ouro e uma prata com o case VR Vacina, na categoria Pharma. A iniciativa é uma imersão virtual desenvolvida para o Laboratório Hermes Pardini. Trata-se de uma ideia simples que usa um óculos de realidade virtual para transformar a experiência das crianças com vacinas, fazendo com que elas vençam o medo da injeção. Através das imagens que acompanham no óculos, os pequenos se sentem como verdadeiros super-heróis, passando por um processo de transformação.

O Brasil também levou 2 Bronzes na categoria Health & Wellness. O primeiro deles também é focado nas crianças. Trata-se do projeto Amazon Warriors Safe Collection, criado para a Ananse. A empresa desenvolveu um kit com livros, giz de cera e uma capa que emanam repelente e protegem as crianças dos mosquitos responsáveis pela transmissão de doenças como malária e febre amarela.

Seja virando as páginas do livro de histórias, desenhando com o giz de cera ou usando a capa para brincar, as crianças ficam protegidas e os pais não precisam se preocupar em passar repelente nos pequenos – o que, muitas vezes, causa incômodo nas crianças. A campanha foi criada pela agência Little George/Ketchum.

A campanha Iris & Thula também conquistou um Bronze na mesma categoria. Nós até já havíamos falado aqui sobre a emocionante história que dá título ao case. Criado pela AlmapBBDO para a Pet Mars, o projeto consiste em uma série de histórias reais que envolvem gatos curiosos. A primeira delas é a da menina autista Iris, que aprendeu a se comunicar melhor com a companhia do gatinho Thula.

Todas as imagens: Reprodução

Fonte: Hypeness

Comercial alemão conta a origem romântica do coelhinho da Páscoa

Só pode ser do cruzamento de um coelho com uma galinha, oras. Mas essa não é a história toda. Em uma bela animação, a rede de supermercados Netto, da Alemanha, brinca com a origem do coelho da Páscoa. Mostrando desde o casamento de seus pais, o bullying na escola e o refúgio no mundo dos humanos.

Desde a sua publicação, o comercial já acumula quase 8 milhões de views no YouTube. O mito do coelho da Páscoa, um animal que simboliza fertilidade, surgiu na própria região da Alemanha, entre os povos germânicos, na Idade Média. Obviamente, não tinha nenhuma relação com amor entre espécies.

FALE CONOSCO

Entre em contato conosco pelo formulário abaixo, enviando seu currículo, seu portfólio ou sua dúvida. Entraremos em contato com você, assim que possível!